quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Tarte Pastel de Nata


Esta tarte é divinal!!!

Não há quem não goste :) e sai sempre bem ;)

A receita foi adaptada de um fascículo de receitas de uma 'revista cor-de-rosa', se não me engano a Tv7Dias, de uma versão já bem antiga mesmo.

É mais uma ideia para fazerem ainda hoje... não é dificil e podem servi-la ainda quentinha que sabe bem melhor eheheheheheh

Ah atenção, a receita da massa que aqui partilho é opcional, podem usar massa folhada ou massa quebrada de compra... depende do gosto.

Com massa folhada fica mais semelhante ao pastel de nata, se bem que torna a receita menos saudável... mas é uma boa opção para quando não se tem muito tempo ou temos uma embalagem de massa de compra a precisar de ser utilizada!

Aqui partilho convosco esta última receita de 2015... com votos de que 2016 seja bem mais doce e que os vossos desejos se realizem ;) toca a correr para realizar os sonhos minha gente :D

Recheio:
1 dl de água
150g de açúcar baunilhado (ver aqui como fazer em casa)
40g de amido de milho (maizena)
2,5 dl de leite (do que mais gostarem)
4 gemas (não deite fora as claras, congele-as!)
1 ovo

Junte a água com o açúcar num tacho e leve ao lume para ferver.
Misture o amido de milho com o leite noutro tacho, leve ao lume mexendo sempre até que a mistura ferva. Retire do lume e deixe arrefecer.
Junte a calda de açúcar à maizena já cozida, bata as gemas com o ovo e adicione. Misture bem até oter uma massa homogénea e reserve.

Massa:
250g de farinha (sem fermento)
50g de açúcar baunilhado (opcional)
1 colher de café de sal fino
125g de manteiga amolecida
1 ovo pequeno
0,5 dl de água
raspa de 1 limão pequeno

Misture todos os ingredientes e amasse com as mãos até obter uma massa homogénea e que não esteja pegajosa. Se for necessário retifique a quantidade de farinha ou de água para que a massa fique no ponto.

Montagem:
Estenda a massa e forre uma tarteira pequena (unte a e enfarinhe a tarteira).
Pique o fundo da massa com um garfo (para que o calor passe pela massa e a coza de forma uniforme).
Coloque o recheio na tarteira e leve ao forno a 175ºC por mais ou menos 30 minutos (depende do forno) - até estar queimadinha na superficie!

Apreciem ;)

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Tarte de Natas de Morango


A forma de fazer é muito simples: uso a receita da tarte de natas e acrescento polpa de morango :) fica muito boa e é uma ótima ideia para a festa de passagem de ano!

Podem usar morangos frescos ou congelados ou ainda adaptar com outro fruto vermelho da vossa preferência.

Esta 'invenção' surguiu num verão em que tinha muitos morangos... fiz doce, comemos, fiz batidos, esta tarte e ainda congelei uma bela parte... assim sempre que quero posso usar morangos bons ao longo do ano ;) fica a dica eheheheheh

Além do mais, aventurei-me a fazer esta tarte por não achar piadinha nenhuma às tartes de natas cor-de-rosa mas que não têm gosto algum em especial... pois apenas são cor-de-rosa por levarem folhas de gelatina dessa cor... qual é a piada disso??!!

Cá vai a forma de fazer, sendo que uso como receita base a minha receita de Tarte de Natas já aqui partilhada ;)

2 pacotes de natas que têm de estar no frio há mais de 24 horas (de 2 dl cada um)
1 lata de leite condensado
6 folhas de gelatina

200g de morangos
1 pacote de bolacha maria (ou outra da sua preferência)
sumo de meio limão

Picar as bolachas de forma a ficarem uma farinha bem fina (nada de 'grumos' ou pedaços grandes de bolacha ok?).
Partir as folhas de gelatina ao meio e demolhar num pouco de água.

Triturar os morangos com a varinha mágica. Como não gosto de encontrar as grainhas, ainda coei a polpa de morango mas é opcional ;)
Bater as natas, a meio adicionar o sumo de limão, até estarem firmes.
Reduzir a velocidade da batedeira e adicionar o leite condensado e a polpa de morango.
Retirar uma chávena desta mistura, colocar num tachinho e adicionar a gelatina bem escorrida e espremida. Levar a lume muito brando, mexendo sempre e até derreter a gelatina.
Ligue a batedeira numa velocidade média e adicione a mistura da gelatina. Deixe misturar 1 a 2 minutos.
Espalhe a farinha de bolacha no fundo de uma forma - deixe ficar um pouco de sobra (para se for necessário 'compor' a tarte quando a desenformar).
Deite o conteúdo das natas e leite condensado cuidadosamente para não revolver a bolacha e levar ao frio por 6 a 8 horas.

Para desenformar: passe uma faca entre a forma e a tarte, para soltar bem a lateral, coloque o prato de servir em cima e vire ao contrário.
Caso a tarte não caia logo, deixe-a ficar nessa posição... ela vai cair de certeza ao fim de algum tempo - às vezes acontece ficar colada ao fundo, quando isso acontece dou umas pancadinhas com o cabo da faca em todo o fundo da forma e costuma resultar ;)

Apreciem ;)

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Caramelos caseiros (Fudge)


Aí há uns tempos vi num livro da Bimby, se não me engano é o livro Bimby Alternativas, esta receita de fudge e fiquei logo de olho... adoro caramelos!!!

Como não tenho o livro, fiz uma pesquisa aqui pela net e encontrei o blog Entre Bimby e Fogão, lá estava a receita dos tais caramelos (ou fudge).

Fui logo experimentar eheheheh e funciona tão bem que fiz outra vez pois decidi oferecer uns quantos no Natal :)

A receita original podem consultar em http://entrebimbyefogao.blogspot.pt/2013/07/fudge-caramelos.html

Entretanto passo-vos a forma de fazer na bimby... quem não tem robot de cozinha pode fazer mesmo no tacho, a única diferença é que tem de estar a controlar o tempo e mexer sempre a mistura ;)

1 lata de leite condensado
50g de mel
100g de manteiga
500g de açúcar branco granulado

Colocar o açúcar no copo e pulverizar 20seg. na vel.10.
Colcar os restande ingredientes no copo, misturar 30seg. na vel.5.
Programar 20min. a 100ºC na vel.3 - deixar o copo destapado ou colocar o cesto em cima da tampa.
Programar novamente, desta vez 35min. na temperatura Varoma e vel.2.
Envolver 15seg. na vel.5 e despejar para um tabuleiro (20cm por 25cm) bem untado com manteiga.
Deixar arrefecer completamente. Colocar no frigorifico e ao fim de uns minutos cortar em quadradinhos.
Embrulhar em papel vegetal.

Apreciem ;)

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Bolo Raffaello



Faz hoje 4 meses que iniciei este blog!!! Nada melhor do que comemorar com este bolo, que foi descoberto à pouco tempo e tem feito as delícias de algumas pessoas para estes lados eheheheheh

A receita do bolo encontrei no blog Sugary & Buttery e foi através de uma foto partilhada no meu mural de facebook pela minha professorinha de dança oriental... uma super bailarina e super gulosa eheheheh.

Fiz o bolo pela primeira vez para a última aula de dança deste ano... ficou tão bom que decidi fazer para ter na mesa na noite de Natal.

Querem saber o resultado?! Todos adoraram!!!

Por isso partilho convosco esta delícia, cuja receita original está em:
http://www.sugaryandbuttery.com/2013/07/sky-high-raffaello-cake.html

Fiz uma pequena alteração à massa do bolo, não usei o que está no link/blog original... usei uma receita simples de pão-de-ló...

Bolo:
6 ovos
200g de farinha com fermento
300g de açúcar
5 c.sopa de leite de coco (ou outro leite... ou água)

Bater os ovos muito bem, até obter uma espuma fofa.
Adicionar o açúcar e aumentar a velocidade. Continuar a bater até a massa estar maior e fofa.
Adicionar o leite e a farinha, envolver bem para que a massa não fique com grumos.
Deitar numa forma untada e polvilhada com farinha e levar a cozer em forno médio (175ºC) durante 40/45 minutos.

Recheio:
120g de manteiga amolecida
2 chávenas de chá de açúcar em pó
1 chávena de chá de coco ralado
250g de queijo batido (usei queijo quark, mas pode ser daquele de barrar no pão ou outro)

Misturar bem a manteiga com o açúcar (misturei com o auxilio de uma espátula, sem usar a batedeira).
Adicionar o queijo e o coco e misturar bem.
Levar ao frio por 1 hora para que fique mais consistente.

Coberturas:
1) Creme de Manteiga
6 claras de ovos à temperatura ambiente
1 colher de café de cremor tártaro
1 pitada de sal fino
50g de açúcar branco granulado
150 ml de água
240g de manteiga amolecida
1/2 chávena de chá de açúcar em pó

Misture as 50g de açúcar com água, leve ao lume. Deixe ferver durante uns 5 minutos.
Retire do lume e deixe arrefece um pouco.
Bata as claras em castelo. A meio adicione o cremor tártaro eo sal.
Baixe a velocidade da batedeira e deite a calda de açúcar, aos poucos, nas claras - atenção: a calda deve estar morna!
Aumente a velocidade e deixe a bater por 10/15 minutos.
Corte a manteiga em cubinhos.
Baixe a velovidade da batedeira, adicione a manteiga e o açúcar em pó e aumente novamente a velocidade da batedeira.
O creme vais ficar com aspeto talhado - é mesmo assim!!! - por isso deve continuar com a batedeira em funcionamento até que o creme pareça homogéneo (demora uns minutos).

2) Ganache de Chocolate Branco
1 tablete de chocolate branco de culinária
0,5dl de leite (ou natas)

Partir o chocolate em pedacinhos, colocar num tacho juntamente com o leite.
Levar ao lume brando, mexendo sempre, até que o chocolate derreta.
Deixar arrefecer.

Montagem do bolo:
Partir o bolo em três partes iguais.

Colocar uma parte no prato, rechear com metade do creme de queijo e coco. Colocar outra parte de bolo em cima, colocar o restante creme e terminar com a terceira parte do bolo.

Cobrir bem todo o bolo com o creme de manteiga. Decorar com coco ralado as laterais (opcional).

Terminar a decoração do bolo cobrindo-o com a ganache de chocolate branco.

Sirvam bem fresco :)

Apreciem ;) que é uma delícia!!!

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

(= FELIZ NATAL =)


Esta é a minha mensagem de Natal para todos vós, que não poderia deixar de ter um pouco do meu artista preferido: 

Heal the world
Make it a better place
For you and for me
And the entire human race
There are people dying
If you care enough for the living
Make a better place
For you and for me

So make a better world
Make a better world

Michael Jackson - 'Heal the World'


Pensemos nos outros e façamos algo para os ajudar... fazer alguém feliz custa tão pouco :) é só preciso querer a sério :)

Quando estiverem em casa com a familia pensem naqueles que não têm a mesma sorte e no que vocês poderiam fazer para que o Natal deles fosse melhor... acredito que se todos pensarmos assim podemos mesmo criar um mundo melhor :)

Beijinhos e votos de um feliz e santo Natal :)

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Fatias Douradas


Esta é uma receita da avó. Ai as memórias!!! Apeticia-me ser criança outra vez só para ter a avó novamente por cá...

Não consigo mudar a receita, o meu pai adora e eu não lhe fico atrás eheheheheheh

São muito simples de fazer e super deliciosas :)

Cá vai a forma como as faço, que foi como aprendi... sem tirar nem por ;)

Fatias de pão seco (daquele que já tem uns belos dias!)
leite
sumo de 1 limão
açúcar qb
ovos
farinha sem fermento
óleo para fritar
mistura de açúcar e canela para polvilhar

Num alguidar pequeno junte o leite com o sumo do limão e açúcar suficiente para adoçar o leite.
Demolhe as fatias de pão neste leite, deixe ensopar bem, e coloque-as sobre um pano num tabuleiro.
Deixe-as repousar 1 hora.
Passe as fatias por farinha (dos dois lados) e coloque-as num tabuleiro.
Bata os ovos com um garfo para os misturar bem.
Passe as fatias de pão enfarinhadas pelos ovos e leve-as a fritar em óleo bem quente. Vá virando para que fritem bem dos dois lados.
Repita até terminar todo o pão.
Polvilhe as fatias com açúcar e canela e sirva (mornas são de comer e não parar!!!).

Apreciem ;)

PS: o guloso do meu pai come-as a qualquer hora... aliás, se o querem ver contente é ter fatias douradas para comer ao pequeno almoço de dia 25 :) bem, acho que em qualquer dia do ano ele fica sempre contente por ter fatias douradas para devorar ahahahah

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Bolo Rei



Mais uma receita da internet, não consigo dizer de que sitio mas sei que diz na folha que foi no ano 2010... e desde então é esta a receita que faço por esta altura.

É um bolo que leva muito ingredientes, por isso também é um produto caro!!!

A receita que aqui vou partilhar rende 3 bolos rei como os da foto. Se quiserem podem, obviamente, cortar a receita para metade ;) faz menos bolo mas também gasta menos ingredientes ;)

Para o fermento:
250g de farinha sem fermento
60g de fermento de padeiro fresco (metade se for do seco)
125 ml de água morna

Numa taça de plástico juntar todos os ingredientes, misturar bem e deixar a levedar cerca de 30 minutos bem tapado e num local quente.

Para a massa:
1kg de farinha sem fermento
200g de açúcar
200g de manteiga
2d de leite morno
6 ovos
15g de sal
100 ml de bebidas (uso whisky, vinho do porto, aguardente de figo e vinho branco)
600g de fruta cristalizada picada
150g de frutos secos (uso pinhão, amêndoa, noz e avelã)
250g de sultanas
ovo qb para pincelar
frutas cristalizadas inteiras para decorar, geleia de marmelo (ou outra) e açúcar em pó qb

Juntar o açúcar com a manteiga, misturar bem.
Acrescentar os ovos, o leite, as bebidas e o sal e misturar tudo muito bem.
Juntar a farinha e amassar bem (mais ou menos uns 5/10 minutos).
Juntar o fermento feito anteriormente e misturar tudo bem.
Deixe repousar 15 minutos num local quente.
Acrescentar as frutas cristalizadas, frutos secos e passas e envolver bem na massa. Deixar levedar por 1 hora.
Dividir a massa em porções, formar bolas e fazer um buraco ao centro (aqui pode fazer com um utensilio, com a mão ou com o cotovelo - que é o mais típico).
Colocar as argolas de massa em tabuleiros forrados com papel vegetal e polvilhados com farinha. Pincelar com ovo batido e decorar a gosto com as frutas cristalizadas inteiras. Deixar levedar mais 1 hora nos tabuleiros.
Levar ao forno, a 175ºC, cerca de 30 minutos (depende do tamanho do bolo).
Assim que estiverem cozidos, retire do forno e pincele-os com geleia de marmelo (para ficarem brilhantes) e polvilhe ou faça montinhos com açúcar em pó.

E já está :) dá um pouco de trabalho e leva muitas coisas mas no fim temos o nosso próprio bolo rei :)

Apreciem ;)

sábado, 19 de dezembro de 2015

Bolos Decorados #1: Ideias para o Natal


A publicação de hoje não traz uma receita mas sim ideias para poderem fazer na decoração de bolos na vossa casa :)

Deixo algumas ideias de bolos que já fiz... podem servir de inspiração para porem mãos na massa e á obra :)





Este foi o bolo de Natal que fiz para um jantar do ginásio ;)






sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Pão de Rala


Este doce é típico do Alentejo e nós, cá por casa, adoramos :)

Fiz pela primeira vez talvez há dois natais atrás e fiquei rendida... é uma bomba calórica, é certo, e muito enjoativo (uma pequena fatia e ficamos satisfeitos) mas é maravilhoso!!!

A receita, mais uma vez é de um dos livrinhos da revista Activa: O melhor da doçaria regional portuguesa: Baixo Alentejo.

Cá vai a receita:

350g de amêndo pelada e moída (para pelar amêndoas têm de as escaldar, deixar de molho uns minutos e depois conseguem remover a pele)
350g de áçucar
1,5dl de água
250g de doce de gila (ver aqui como fazer em casa)
250g de doce de ovos (ver aqui como fazer em casa)
1 chávena de chá de fios de ovos + qb para decorar (estes foram de compra)
açúcar em pó qb para decorar

Misture o açúcar com a água e leve ao lume para ferver. Deixe formar uma calda, fervendo por 5 minutos a mistura.
Junte o miolo de amêndoa moído e cozinhe, mexendo sempre, até formar uma massa espessa.
Retire do lume e deixe arrefecer (se achar que ainda está muito mole, leve de novo ao lume para espessar).
Coloque a massa na bancada e trabalhe-a para misturar bem e obter uma pasta homogénea.
Coloque sobre uma folha de papel vegetal, faça uma bola e abra um buraco ao meio. Vá escavando o buraco para formar o local onde vai por o recheio (não deixe as paredes do 'bolo' muito finas para que não parta ao moldar!).
Misture o doce de gila com o doce de ovos e os fios de ovos. Coloque no buraco que fez na massa de amêndoa.
Feche o buraco puxando a massa de amêndoa até conseguir completar o bolo.
Vire o bolo ao contrário.
Leve a cozer, num tabuleiro forrado com papel vegetal, a 175ºC por 20 minutos.
Retire do forno e deixe arrefecer completamente para poder transferir o bolo para um prato.
Polvilhe com açúcar em pó e decore com fios de ovos.

Dá um pouco de trabalho, mas vale muito a pena ;)

Apreciem ;)


quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Arroz Doce


Bom, já começa a apetecer ver umas receitas para o Natal, certo?!

Cá por casa faz-se arroz doce muitas vezes... é um doce muito apreciado pela minha mãe e ela, volta e meia, lá faz um pouco.

Esta receita que partilho hoje é a receita tradicional, sem gemas nem pudim, mas que leva um ingrediente que enriquece o arroz: natas!!!

Cá vai:

1 copo de arroz carolino
2 copos de água
1 casca de limão
1 pau de canela
2 copos de leite meio gordo
1 pacote de natas
1 copo de açúcar branco
Canela em pó para decorar

Coloque a água, a casca de limão e o pau de canela num tacho e leve ao lume.
Quando levantar fervura, adicione o arroz.
Deixe cozer, com o tacho destapado, até a água evaporar.
Acrescente o leite e as natas, envolva e deixe cozer até reduzir um pouco.
Prove o arroz: se estiver cozido, adicione o açúcar. Envolva bem e deixe cozinhar mais uns 5 minutos.
Retire do lume e coloque num pirex, alisando bem a superfície. Não se esqueça de retirar a casca de limão e o pau se canela!
Deixe arrefecer.
Decore com canela em pó a gosto.

Apreciem ;)

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Doce do Ovos


A-DO-RO!!!!!!

Este é doce mais apreciado por cá para usar como recheio de bolos... é uma delícia!!!

Só tem um senão: sobram sempre muitas claras... por isso é que ando sempre a fazer molotov's e a inventar...

Bom, esta receita descobri numa revista Segredos de Cozinha. Experimentei e marquei logo a página para nunca mais me esquecer da receita eheheheh

É muito simples, apenas três ingredientes, e bom :)

Cá vai a receita:

8 gemas
230g de açúcar
água qb

Coloque o açúcar num tacho e cubra com água.
Deixe repousar um pouco, mexendo de vem em quando, para que o açúcar dissolva.
Leve ao lume e deixe ferver uns 5 minutos para que forme uma calda não muito espessa.
Deixe arrefecer.
Adicione as gemas batidas.
Misture bem e leve a lume brando para cozer e engrossar. Vá mexendo sempre para que não queime.

Apreciem ;)

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Molotov de Caramelo (o tradicional)


Bom, mais uma tentativa de reduzir a quantidade de claras congeladas!!!

Ainda por cima agora vem a época em que se faz muito doce de ovos... há que tentar dar fim à claras né?!

Mais uma receita de molotov, desta feita o mais simples... foi com esta receita (que anda num caderninho muito antigo e já cheio de manchas - de andar pela bancada da cozinha para me relembrar das receitas) que aprendi a fazer molotov's e depois comecei a 'inventar' outras versões :)

Cá vai a receita super simples:

12 claras de ovos (à temperatura ambiente)
12 colheres de sopa de açúcar branco
6 colheres de sopa de caramelo (ver aqui como fazer em casa)
manteiga e açúcar para a forma

Ligue o forno a 150ºC e coloque um tabuleiro com água (para cozer o molotov em banho maria).
Bater as claras em castelo.
Adicionar o açúcar e bater até que este dissolva.
Adicionar o caramelo e deixar misturar bem.
Unte uma forma com manteiga e polvilhe com açúcar branco.
Deite a mistura na forma, espalhe bem e bata um pouco a forma em cima da bancada para libertar bolhas de ar.
Leve ao forno por 30 minutos.
Desligue e deixe arrefecer completamente dentro do forno.
Retire, desenforme e coloque um pouco no frio (ou coloque primeiro no frio e desenforme depois, como preferir).

Apreciem ;)

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Quiche de Atum


Pois é, mais uma quiche!!!

Por cá ninguém se farta e vai-se inventando :)

Aqui vos deixo a receita, que tem sempre a mesma massa como base.

Massa (do livro de receitas base da Bimby)
200g de farinha sem fermento
90g de manteiga amolecida
45g de água
1 pitada de sal

Misture bem todos os ingredientes até obter uma massa homogénea. Na Bimby: coloque todos os ingredientes no copo e programe 15seg. na vel.6.
Deixe repousar 15 minutos.
Estenda a massa numa superfície enfarinhada. Forre uma tarteira, untada e enfarinhada, ajeite a massa à tarteira e pique o fundo da massa com um garfo.
Reserve.

Recheio:
1 tomate
1 lata de atum escorrido (de preferência ao natural)
4 ovos
1 pacote de natas (2 dl)
2 colheres de sopa de mostarda
sal, noz moscada e pimenta qb
queijo ralado qb

Coloque a mostarda no fundo da tarteira, espalhe bem com a ajuda de uma colher de sopa (o objetivo é cobrir a massa, no fundo da tarteira).
Bata os ovos com uma pitada de sal, pimenta e noz moscada. Adicione as natas e misture bem.
No fundo da tarteira coloque o atum bem espalhado, cubra com queijo ralado e deite a mistura dos ovos e natas por cima.
Corte o tomate em rodelas e disponha por cima da quiche.
Leve ao forno até cozinhar e tostar (cerca de 45 minutos/1 hora a 175°C).

Apreciem ;)

domingo, 13 de dezembro de 2015

Decorações de Natal DIY #4 Rena, Boneco de Neve e Pai Natal com CD's


Estes foram os trabalhos manuais deste ano :)

Uma arrumação ao escritório nas férias do verão resultou numa pilha de CD's que já não tinham utilidade... mas também não achava bem deitá-los fora!!!

Ora mais uma pesquisa pela internet e encontrei tantas coisas giras que se podem fazer com CD's... acabei por optar por estes trabalhos manuais para o Natal, como já vai sendo tipico da minha parte :)

Furei os CD's com um furador de papel (bem forte) para poder colocar um fio de pendurar (usei fio elástico verde).
Depois recortei circulos de papel do tamanho dos CD's e colei em ambos os lados com cola branca (daquela para madeira).

Para as decorações de Natal usei cartolinas e folhas de papel de várias cores, usando os moldes que encontrei no blog Moldes de EVA

http://moldesdeevatrocas.blogspot.pt/2011/10/enfeites-de-natal-com-cd.html

Estas decorações estão na árvore de Natal dos meus pais e também espalhados pela minha casa.

sábado, 12 de dezembro de 2015

Decorações de Natal DIY #3 Flores de Natal feitas com rolos de papel


Esta ideia foi do ano passado.

Fiz uma pesquisa de trabalhos manuais com rolos de papel (seja de rolo de cozinha ou de papel higiénico) e encontrei coisas bem engraçadas :)

O link abaixo mostra o passo a passo destas flores:

Neste caso usei rolos de papel higiénico que espalmei e cortei em tiras de 1 cm de largura.
Uni-as de cinco em cinco para fazer as flores e colei com cola quente.
Com spray dourado pintei-as e, ainda húmidas, espalhei purpurinas vermelhas por cima.
Depois é só deixar secar bem e está feito :)

Estão na minha mini-árvore de Natal, tal como as Renas feitas com paus de gelados e os Sinos com cápsulas de café nespresso.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Tarte de Maçã Quadriculada


Adoro esta tarte de maçã, é uma delicia... nem que esteja de barriga super cheia, há sempre espaço para uma fatia desta tarte.

A primeira vez que comi, foi em casa de uma amiga (esta não é a receita dela!) e adorei... aliás, ainda hoje quando ela a faz eu devoro uma bela parte eheheheh é mesmo muito boa.

Ora, depois de ficar a conhecer e adorar, atribui-me a missão de encontrar a receita na net... e assim foi!!!

Encontrei uma receita, a que irei aqui partilhar, no blog Pão, Bolos e Cia.

Aqui vos deixo o link original da receita e a dita cuja:
http://paobolosecia.blogspot.pt/2008/04/tarte-quadriculada.html

Recheio:
500g de maçãs
100g de açúcar amarelo
raspa de limão
1 colher de chá de canela

Descascar as maçãs e cozer.
Escorre-se bem e reserva-se a água.
Picar as maçãs com um garfo para reduzir a puré. Juntar o açúcar, a raspa de limão e a canela e misturar tudo muito bem.

Massa:
240g de farinha
120g de manteiga
30g de açúcar
2 colheres de sopa de água da cozedura das maçãs

Colocar a farinha num recipiente, juntar o açúcar e a manteiga. Misturar bem com as mãos (fica tipo areia). 

Adiciona-se a água da cozedura das maçãs e amassa-se formando uma bola.
Deixar descansar 15 minutos.

Estende-se a massa e forra-se uma forma de tarte, previemanete untada e enfarinhada - deve deixar um pouco de massa para a decoração da tarte. Picar o fundo da massa com um garfo.

Enche-se com o  recheio.
Com a  restante massa fazer tiras e dispor em cima da tarte formando um quadriculado.
Levar a cozer em forno médio (175ºC) durante 35 a 40 minutos.


Apreciem, que é uma delícia ;)

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Caramelo (passo a passo)


Ora cá está o caramelo que faço cá por casa... há muito que não compro!!!

No entanto, quando comprava, fui guardando as garrafinhas... e agora faço o meu próprio caramelo e armazeno nestas garrafinhas próprias.

Pois, sei que é uma coisa bem simples mas foi das coisas que mais dificuldade tive para acertar... até descobrir este método rápido, simples e infalivel, fiz muitos outros métodos que não corriam bem!!!

Por isso decidi partilhar convosco este método de fazer caramelo que aprendi com um colega de trabalho há uns anos...sim, com um homem... queixei-me de não conseguir fazer bem caramelo e ele explicou-me como fazia. Experimentei e funciona sempre bem :)

Deixo-vos o passo a passo:

500g de açúcar branco
3 dl de água
sumo de um limão pequeno (opcional)


Coloque o açúcar numa frigideira e leve ao lume. Coloque também a água a aquecer.


Deixe o açúcar a queimar:

Vá mexendo a frigideira (por isso é que dá jeito ser uma com cabo) para que todo o açúcar queime:



Quando todo o açúcar estiver queimado, adicione o sumo de limão (eu gosto, mas pode não colocar) e a água aos poucos (que deve estar bem quente).
CUIDADO, porque vai borbulhar muito e têm de ser cuidadosos para não se queimarem.


Deixe ferver uns 5 minutos e retire do lume.


Deixe arrefecer e coloque em garrafinhas (esta receita rende 1 garrafa e meia, como a da foto).


Nota: de acordo com a finalidade do caramelo, este poderá ficar mais liquido ou mais espesso... veja o que prefere e acrescente mais água ou menos água... ou então deixe reduzir mais tempo.

Simples e fácil certo?!

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Tarte de Natas


Haverá doce que mais aparece nas festas que não seja este??!!

Quando era miúda isto estava na moda das festas... nossa, era em tudo o que era festa!!!

Não sou grande apreciadora (e olhem que sou muito gulosa!) mas é um dos doces preferidos do meu pai e, de vez em quando, lá o faço.

A receita anda num caderninho da minha mãe, já bem velhinho e super usado eheheheh

Cá vai:

2 pacotes de natas que têm de estar no frio há mais de 24 horas (de 2 dl cada um)
1 lata de leite condensado
5 folhas de gelatina
1 pacote de bolacha maria (ou outra da sua preferência)
sumo de meio limão

Picar as bolachas de forma a ficarem uma farinha bem fina (nada de 'grumos' ou pedaços grandes de bolacha ok?).
Partir as folhas de gelatina ao meio e demolhar num pouco de água.
Bater as natas, a meio adicionar o sumo de limão, até estarem firmes.
Reduzir a velocidade da batedeira e adicionar o leite condensado.
Retirar uma chávena desta mistura, colocar num tachinho e adicionar a gelatina bem escorrida e espremida. Levar a lume muito brando, mexendo sempre e até derreter a gelatina.
Ligue a batedeira numa velocidade média e adicione a mistura da gelatina. Deixe misturar 1 a 2 minutos.
Espalhe a farinha de bolacha no fundo de uma forma - deixe ficar um pouco de sobra (para se for necessário 'compor' a tarte quando a desenformar).
Deite o conteúdo das natas e leite condensado cuidadosamente para não revolver a bolacha e levar ao frio por 6 a 8 horas.

Para desenformar: passe uma faca entre a forma e a tarte, para soltar bem a lateral, coloque o prato de servir em cima e vire ao contrário.
Caso a tarte não caia logo, deixe-a ficar nessa posição... ela vai cair de certeza ao fim de algum tempo - às vezes acontece ficar colada ao fundo, quando isso acontece dou umas pancadinhas com o cabo da faca em todo o fundo da forma e costuma resultar ;)

Apreciem ;)

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Pudim de Laranja


Para o feriado deixo-vos este pudim ótimo para a noite de Natal ;)

Neste caso é de laranja, mas também podem fazer com outro citrino... já experimentei com tangerina, por exemplo, e ficou igualmente bom.

A receita é bem simples e foi retirada de um dos livrinhos de receitas (antigos) da revista Activa: ABC da Cozinha - Tudo sobre açúcar.

Cá vai a receita, que rende um pudim não muito grande (acho que dá para perceber pela foto né?!):

10 ovos
2,5 dL de sumo de laranja
350g de açúcar
caramelo qb

Ligue o forno a 175ºC, coloque um tabuleiro com água para cozer o pudim em banho maria.
Bater os ovos por 5 minutos.
Adicionar o açúcar e bater mais uns 5 minutos.
Adicionar o sumo de laranja e misturar.
Verter numa forma bem untada com caramelo.
Levar ao forno por 45 minutos (ou até ver que está cozido - pode fazer o teste do palito tal como se faz para os bolos).

Apreciem ;)

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Molotov After-Eight


A saga para gastar as claras de ovos que tenho congeladas continua...

Desta vez trago-vos esta invenção, não vi a receita em parte alguma... tinha aroma de menta em casa para gastar e deu-me para isto eheheheh

Depois de o fazer e servir alguém disse 'eh pá, isto é after-eight'... e assim ficou batizado!!!

Aqui vos deixo a receita:

Molotov
12 claras de ovos à temperatura ambiente
12 colheres de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de aroma de menta
1 colher de sopa de corante alimentar verde
sumo de meio limão

Ligue o forno a 150ºC, coloque um tabuleiro com água para levar o molotov a cozer em banho maria.
Bater as claras em castelo, a meio adicionar o sumo de limão.
Adicionar o açúcar aos poucos.
Reduzir a velocidade da batedeira e adicionar o aroma de menta e o corante.
Colocar numa forma untada com manteiga e polvilhada com açúcar branco granulado.
Levar ao forno por 30 minutos.
Deixar arrefecer completamente dentro do forno.

Cobertura (ganache de chocolate)
2 dL de natas (1 pacote)
200g de chocolate

Leve as natas ao lume até levantar fervura.
Desligue o lume e adicione o chocolate partido. Mexa bem até estar tudo ligado.

Deixe arrefecer e deite sobre o molotov desenformado.
Leve ao frio por umas horas antes de servir, pois sabe bem fresquinho :)

Apreciem ;)

domingo, 6 de dezembro de 2015

Decorações de Natal DIY #2 Sinos com cápsulas de café nespresso


Já repararam como as cápsulas de café nespresso são bonitas? Pelo menos algumas são lindas... e servem para fazer uns trabalhos manuais bem jeitosos ;)

Ora eu não tenho máquina de café deste tipo, mas umas amigas minhas têm... e coitadas... estou sempre a melgar-lhes a paciência para me guardarem as cápsulas!!!

Mas depois até que lhes faço umas coisas engraçadas para o Natal.

O ano passado fiz sinos deste tipo pela primeira vez e esses sininhos estão na minha árvore de Natal... este ano já fiz estes, que são mais perfeitinhos (os primeiros fiacaram bonitos mas não tão perfeitos -fui aperfeiçoando o trabalho eheheheh) e por isso mesmo decidi dá-los às amigas que me guardaram as cápsulas de café :)

São mais umas decorações simples e fáceis de fazer, podendo fazer com as crianças aí de casa :)

Para fazer este sinos precisam de:
- cápsulas de café nespresso limpas
- cola quente
- fio de nylon
- fita de cetim

Unir as cápsulas duas a duas com fio de nylon, fazendo o fio passar pelos orificios que as cápsulas já têm (eu abro sempre mais um pouco) fazendo um nó não muito apertado (para não partir as cápsulas) e unindo as pontas no fim para fazer o 'arco' para pendurar os sinos
- colar com cola quente as cápsulas para que fiquem na posição de sinos unidos
- decorar com fita de cetim a gosto


E já está :)

sábado, 5 de dezembro de 2015

Decorações de Natal DIY #1 Renas feitas com paus de gelado



Bom, o mês do Natal chegou :) durante este mês vou partilhar convosco alguns trabalhos manuais que fiz, com materiais aproveitados ou não, para decorar a casa e para decorar presentes que ofereço aos amigos e família.

Estas renas fiz pela primeira vez há dois anos atrás... foram um sucesso tão grande que a minha mãe me pediu para fazê-las novamente o ano passo e este ano levou o verão a juntar pauzinhos de gelado para o Natal ahahahahah ou seja, ela gostou mesmo da ideia ;) a ideia vi numa pesquisa que fiz na net para decorações de Natal feitas em casa e adorei!!!

O ano passo tive de comprar pauzinhos em lojas chinesas mas se poderem juntar ao longo do ano... aliás a ideia é mesmo essa.

Depois só precisam de:
- cola (usei cola quente)
- olhos das renas (comprei um saquinho com muitos a 1€ em lojas chinesas - mas podem fazer em papel)
- pompons para o nariz (pode ser da cor que mais gostarem; comprei a 0,75€ cada saquinho em lojas chinesas)
- folhas de azevinho (fiz com papel verde, desenhei-as e recorreu)
- missangas vermelhas (usei umas bem antigas que tinha cá por casa; podem comprar ou usar outro material da vossa preferência)
- fio para pendurar (usei linha de croché vermelha)

Depois é só montar para que fique desta forma:


sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Passatempo Vaqueiro - Botões de Natal

http://www.vaqueiro.pt/receitas/detalhe/5791/botoes-de-natal
Hoje não trago uma receita minha mas sim da Vaqueiro!!!

É que está a decorrer um passatempo lançado por esta marca, até dia 6 de janeiro, e com uns prémios bem jeitosos eheheheh

Sabe mais aqui: https://m.facebook.com/vaqueiro.pt/

O desafio é usar uma receita base para bolachas de Natal - os Botões de Natal - e criarem uma versão vossa e que seja deliciosa :)

A receita original podem ver aqui:


Só posso dizer que já pus mãos à obra mas, como é óbvio, ainda não posso partilhar a minha versão desta receita ;)

E vocês?! Vão ficar a pensar ou já estão a magicar também uma versão?!

Boa sorte :)

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Esfoliante corporal feito em casa #2 Esfoliante Corporal de Coco e Limão


Mais um esfoliante corporal caseiro, desta vez de coco e limão... é pena que ainda não se possa mostrar o cheiro por aqui ;)

A ideia para este esfoliante vi no blog Realiza tu mesmo e gostei logo :) aliás façam uma visitam e vejam as outras boas ideias que por lá há ;)

A 'receita' orieginal podem ver aqui:
http://realizatumesmo.blogspot.pt/2015/09/esfoliante-de-coco.html#more 

Eu fiz algumas alterações!

1/2 chávena de açúcar branco
1/4 chávena de coco ralado seco
raspa de meio limão
2 colheres de sopa de óleo de amêndoas doces
1 colher de sopa de sumo de limão

Numa taça misture bem todos os ingredientes.
Retifique algum deles caso ache necessário.
Coloque num frasco, devidamente etiquetado e é só usar :)

Simples, super perfumado e muito útil :)

Podem fazer para oferecer também, tanto agora para o Natal como para presente de aniversário.

Apreciem ;)


quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Quiche Simples


Cá por casa adoramos quiches... todas!!!

Por isso faço com alguma frequência. E também invento muito eheheheh no início seguia sempre uma determinada receita que via algures... agora invento!!!

A receita da massa é sempre a mesma, o 'recheio' vou mudando.

Bom, aqui vai a receita desta quiche, que chamo de quiche simples, e que podem mudar ao vosso gosto :) e eu irei mostrando as diferentes quiches que vou fazendo nos entretantos.

Massa (do livro de receitas base da Bimby)
200g de farinha sem fermento
90g de manteiga amolecida
45g de água
1 pitada de sal

Misture bem todos os ingredientes até obter uma massa homogénea. Na Bimby: coloque todos os ingredientes no copo e programe 15seg. na vel.6.
Deixe repousar 15 minutos.
Estenda a massa numa superfície enfarinhada. Forre uma tarteira, untada e enfarinhada, ajeite a massa à tarteira e pique o fundo da massa com um garfo.
Reserve.

Recheio
1/2 cebola em rodelas finas
2 dentes de alho picados
5 fatias de fiambre picado
5 ovos
1 pacote de natas
1 tomate picado (sem pele e sementes)
Queijo ralado qb
Sal, pimenta, noz moscada e azeite qb

Coloque um pouco de azeite numa frigideira, juntamente com a cebola e o alho. Refogue por 5 minutos.
Acrescente o fiambre e refogue mais uns 5 minutos. Reserve.
Bata os ovos com uma pitada de sal, pimenta e noz moscada. Adicione as natas e misture bem.
No fundo da tarteira coloque o tomate picado bem espalhado, cubra com a cebola e fiambre refogados e polvilhe com queijo ralado a seu gosto.
Deite a mistura dos ovos e natas por cima e leve ao forno até cozinhar e tostar (cerca de 45 minutos/1 hora a 175°C).

Apreciem ;)


terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Biscoitos de Aveia, Maçã e Coco


Estes biscoitos são uma delícia e são tão simples!!!

São pouco doces e levam pouca gordura (que podem sempre substituir para ficarem ainda mais saudáveis).

Vi a publicação no blog Cozinha[daxuxa] e fiquei logo de olho neles eheheheh até que tive oportunidade de os fazer no fim de semana :)

Aqui vos deixo a receita:
http://cozinhadaduxa.blogspot.pt/2015/10/bolinhos-de-coco-maca-e-aveia.html

200 g de farinha de trigo
200 g de flocos de aveia triturados em farinha (usei a bimby)
6 colheres de sopa de coco ralado
1 maçã ralada
50 g de margarina  amolecida
80 gramas de açúcar amarelo)
1 colher de café de gengibre em pó
1 colher de café de canela em pó
1 pitada de noz moscada
2 ovos batidos
1 colher de sopa de fermento em pó

Misturar bem todos os ingredientes.
Fazer bolinhas e colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal e polvilhado com farinha.
Levar ao forno médio (150ºC) por 15 minutos.

Apreciem ;) pois são mesmo muito bons!!!

Ah... são também uma ótima ideia para fazerem uns saquinhos e oferecer no Natal... afinal já estamos em dezembro e há que pensar bem no que vamos oferecer :)
  

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Bolo de Aniversário para uma amiga


Este foi o bolinho que fiz para a festa de aniversário de uma amiga... ela é super fã de chocolate e adora mochinhos, então o bolo tinha de combinar né?!

Já agora, a partilha da receita deste bolo serve também para celebrar aqui convosco o fato do blog ter completado 3 meses. Agradeço a 'presença' de todos os que por cá passam e me seguem com regularidade... sem vocês o blog não seria o mesmo ;)

Bom, quanto ao bolinho, foi bolo de batata doce com laranja na camada inferior e bolo de chocolate no microondas na camada de cima.

As receitas já aqui foram partilhadas e por isso deixo apenas os links para poderem retirá-las se assim vos interessar... devo dizer que a combinação é perfeita ;)

Bolo de Batata Doce e Laranja

Bolo de Chocolate no microondas

Apreciem ;)