quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Aletria de Laranja


E fiz aletria pela primeira vez :) por aqui na minha zona não é muito comum fazer-se aletria, é mais o arroz doce... por isso nunca tinha feito aletria (nem comido!).
Confesso que não fiquei muito fã, prefiro mesmo o arroz doce... mas acho que é por ser uma coisa nova, porque adoro massa e seria de esperar que gostasse também de aletria doce. Tenho de ir fazendo de vez em quando para ver se lhe ganho o gosto ;)

A ideia para esta aletria vi no blog Recanto com Tempero da Ana G. Neves e vem no seguimento da participação mensal do Cantinho das Cozinheiras, grupo do facebook.


Segui a receita à risca e usei a dica de adicionar gemas de ovos para que a aletria ficasse mais cremosa. Podem consultar a receita original aqui:
http://recantocomtempero.blogspot.pt/2015/11/na-minha-cozinha-nunca-falta-massas-e.html

Para fazer esta receita usei as belas especiarias da Suldouro-Navires:


Bom, vamos à receita que fiz:

250g de aletria
500 ml de leite (usei magro)
500 ml de água
200g de açúcar
1 laranja (casca e sumo)
1 colher de sopa de vinho do porto
2 gemas
1 pau de canela Suldouro-Navires
Canela em pó Suldouro-Navires qb

Coloque a aletria numa taça e parta/desfaça as meadas. Reserve.
Num tacho coloque o leite, água e açúcar e leve ao lume até o açúcar derreter.
Nesse instante junte o pau de canela e a casca da laranja (usei dois pedaços mas só a parte laranja, sem parte branca), deixe ficar ao lume até levantar fervura.
Adicone a aletria e deixe ficar ao lume, mexendo, por 2 minutos.
Junte o sumo da laranja e o vinho do porto, mexa e retire do lume.
Deixe repousar uns 10 minutos em cima da bancada para arrefecer um pouco e adicione as duas gemas. Mexa bem para envolver as gemas e para que estas cozam.
Transfira para uma travessa ou prato, alise a superfície e deixe arrefecer completamente.
Polvilhe com canela em pó a gosto e sirva.

Esta receita rende bastante: dois pratos de barro onde às vezes faço francesinhas:



Apreciem ;)

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Bolo de Amêndoa e Gila (sem farinha - sem glúten)


Aqui está um bolinho que fiz para oferecer no ano passado :) sim, vou dando alguns miminhos doces em vez de comprar presentes... muitas vezes porque só queremos dar mesmo um mimo, e nada melhor que um doce para alegrar a mesa de Natal ;) para a decoração usei um pouco da pasta de açúcar, fios de ovos e açúcar em pó.

Para este ano vou fazer um bolinho diferente, não tem piada nenhuma oferecer sempre o mesmo né?!

Este bolo é húmido pois não leva farinha... é mesmo guloso!!! E sem glúten ;) Por isso mesmo é um bolo pequeno, a receita não rende muito exatamente por não ter farinhas o que leva o bolo a não crescer ;) o da foto é equivalente a uma receita que fiz numa forma de alumínio de 20 cm de diâmetro.

A receita foi retirada do livro Feito em Casa da Joana Roque e seguia-a à risca, sem qualquer alteração.

Bom, vamos lá à receita:

3 ovos
3 gemas (congele as claras, não deite fora)
250g de açúcar
250g de amêndoa bem picada e sem pele (ver aqui como pelar amêndoas)
200g de doce de gila (receita)
1 colher de chá de canela em pó

Coloque os osvos e as gemas na taça da batedeira e bata por 5 minutos.
Junte o açúcar e bata mais uns 5 minutos.
Junte a amêndoa picada, o doce de gila e a canela e envolva com uma espátula até os ingredientes estarem bem ligados.
Forre uma forma de alumínio com papel vegetal, unte com margarina e deite a massa do bolo.
Leve ao forno a cozer a 175 ºC por 30 a 40 minutos.
Para desenformar deixe arrefecer completamente.

Apreciem ;)

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Macarons de Limão


Já tinha tentado fazer macarons... mas foram parar ao lixo!!! Não ficaram mesmo nada bons, aliás nem sequer ficaram bem feitos quanto mais bons :(

Mas não desisti!!!
Procurei receitas e mais receitas, vi muitos vídeos para tirar algumas dúvidas e lá tentei novamente ;)
Desta vez correu melhor, apesar de ainda não estarem perfeitos eheheheheheh mas já ficaram com aspeto de macarons e saborosos ;)

Nem estão mesmo a ver a minha felicidade quando, ao fim de uns minutos, olhei para o forno e vi que os macarons estavam a ficar com aquela crosta típica na base :) até dei pulos de felicidade ahahahahah (a sério!!!)


A receita que fiz foi tirada do blog Fernanda vous contemple du haut de la Tour Eiffel, podem ver o link da receita original aqui: http://fernandanafranca.blogspot.pt/2012/10/macarons-receita-com-passo-passo.html

Para fazer os macarons usei um tapete de silicone próprio, que encomendei pelo ebay a um preço muito em conta (menos de 3€!!!):

Podem encomendar aqui: http://www.ebay.com/itm/30-cavity-Silicone-Pastry-Cake-Macaron-Pad-Macaroon-Oven-Baking-Mould-Sheet-Mat-/361739664429?hash=item54395d3c2d:g:XAYAAOSw8w1X4mFA

Mas também podem fazer os macarons sobre papel vegetal ;)

Bom, vamos à receita (por favor coloquem as quantidades certas pois a pastelaria francesa é muito rigorosa!):

65g de claras de ovo (mais ou menos 2 claras)
45g de açúcar
75g farinha de amêndoa
105g de açúcar em pó
1 pitada de corante amarelo em gel (opcional - se não usar fica com uma massa branca)

Triture a farinha de amêndoas e o açúcar em pó com um robot de cozinha (usei a bimby). O objetivo é obter um pó bem fino. Passe a mistura por um coador e reserve.
Num recipiente coloque as claras de ovo e bata até estarem em castelo.
Acrescente o açúcar e deixe bater até que este se dissolva.
Enquando estiver a bater as claras com o açúcar, se desejar, acrescente uma pitada de corante.
A massa dos macarons está no ponto  quando ao parar a batedeira se forma um bico (tipo merengue) nas varas da batedeira.
Acrescente metade da mistura de farinha de amêndoas e açúcar em pó. Misturar de maneira bem delicada. Vá misturando, quando a primeira metade da mistura em pó já estiver misturada, acrescente a segunda metade e continue.
Coloque metade da massa num saco de pasteleiro, com um bico liso e sobre o tapete de silicone ou papel vegetal (dentro de um tabuleiro) forme bolinhas de mais ou menos 2cm de diâmetro (se necessário bata com o tabuleiro em cima da bancada para saírem as bolhas de ar da massa).
Leve ao forno pré-aquecido, entre 130°C e 150°C. O tempo no forno varia, a “regra” é 12 minutos, abrindo o forno no meio para deixar sair a humidade. 
Os macarons estão prontos quando a parte de cima estiver dura e brilhante e a parte debaixo com o “colarzinho” típico.
Tire do forno e deixe arrefecer completamente. 
Descole os macarons, forme pares e recheie a gosto colocando uma colherzinha de recheio numa metade de um macaron e cole a outra. Usei Curd de Limão (receita) para o recheio.
Coloque numa travessa e deixe repousar pelo menos 24 horas no frigorífico (podem comer logo mas dizem que os macarons sabem melhor de um dia para o outro!).


Apreciem ;) 

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Marcadores de Página em Croché DIY


Estes marcadores de página fiz o ano passado para oferecer às minhas amigas :) foi um miminho para quem gosta de ler e também para usar na agenda diária.

Para fazer os marcadores com as cerejas:
- fiz retângulos de croché (linha nº 6 nas cores preto, castanho e azul escuro) com pontos altos
- fiz um picô simples em toda a volta do retângulo
- coloquei um pendente de fios numa ponta para que quando se fecha o livro/agenda se vê a linha a sair de fora
- para as cerejas não vi um passo a passo mas tirei a ideia daqui http://blogfaniquito.blogspot.pt/2011/12/oh-que-coisinha-mais-cute-hehehe.html e depois colei com cola quente

Fonte: http://blogfaniquito.blogspot.pt/2011/12/oh-que-coisinha-mais-cute-hehehe.html

Para fazer os marcadores entrelaçados:
- fiz seguindo este esquema (em linhas nº 6 em azul escuro, branco e azul mesclado de rosa e amarelo):
Fonte: http://eurekacraft.blogspot.pt/2014/03/marcador-de-livro-em-croche-com-grafico.html
- coloquei um pendente de fios numa ponta para que quando se fecha o livro/agenda se vê a linha a sair de fora e, no caso do marcador branco, usei uma fita de cetim para enfeitar o centro e ficar diferente.

Como toda a gente sabe, o croché é mole!
Para endurecer o croché, sim porque um marcador de página que não se aguenta no sítio não tem piada nenhuma..., usei uma mistura de cola branca, com água e álcool que vi aqui:


Gostaram desta ideia?! Que tal pôr mãos à obra?!
Vá, se tiverem alguma dúvida estou cá para dar uma ajuda ;)

Limoncello ou Licor de Limão



Acho que é a primeira vez que partilho uma ideia/receita para um licor! Por acaso até faço alguns para oferecer no Natal mas nunca tinha partilhado convosco... que falha!!!

A receita deste licor vi numa revista Cozinha do Mundo do Jamie Oliver, esta:


O licor não fica muito amarelo, não tanto quanto eu gostava, mas presumo que seja mesmo assim já que é tudo natural ;) de sabor está bom, até um pouco forte pois usei aguardente de figo (dos nossos figos, não é feita em casa mas num lagar onde levamos os nossos produtos e eles fazem a aguardente).
Esta receita rende 1 litro de licor.
Vou depois repartir por garrafas de meio litro (fiz a receita a dobrar) para oferecer aos homens da família que apreciam muito este tipo de bebidas. Mais uma ideia para fazerem  uns miminhos em casa ;)

A receita que fiz foi esta:


Desta vez decici mostrar mesmo o original, sem escrever aqui a descrição da receita (espero que não se importem - se tiverem alguma dúvida, perguntem) porque gostei muito desta página da revista, muito engraçada, divertida e fácil de perceber a receita :)


Apreciem ;)

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Pêras Bêbedas


Aqui está uma coisa que me faz lembrar esta época, acho que é pelas especiarias e pelo fato de no fim se obter uma calda que me faz lembrar vinho quente :) adoro :)


A receita vi no blog Chez Moi e aqui têm o link da receita original: http://rosa-chezmoi-rosa.blogspot.pt/2012/02/peras-bebedas.html
Apenas acrescentei uma casquinha de limão e uma estrela de anis para dar ainda mais sabor :)

Por cá adoraram (e até já tive de repetir) e comeram logo aos pares ahahahahah usei também para decorar um bolinho, acho que fica muito giro pela cor que as pêras adquirem ;)


Bom, vamos à receita que fiz:

4 pêras rocha rijas
120g de açúcar
1,25 dl de água
3 dl de vinho tinto
1 casquinha de limão
1 pau de canela Suldouro-Navires
1 estrela de anis
1 cálice pequeno de vinho do porto
sumo de limão qb

Descasque as pêras mantendo o pé das mesmas (quando comprar a fruta, escolha logo as que têm pé), passe-as por sumo de limão para evitar que oxidem e reserve.
Num fervedor alto e largo colocar a água, vinho tinto e açúcar e levar ao lume até levantar fervura.
Quando ferver, adicione o pau de canela, estrela de anis e casca de limão e coloque o lume em modo médio/brando.
Adicione as pêras e deixe cozinhar por mais ou menos 20 minutos, até estarem bem macias (deixei o fervedor com tampa mas não totalmente tapado!).
Quando as pêras estiverem bem macias, retire com cuidado para um prato, adicione o cálice de vinho do porto ao líquido que ficou no fervedor e deixe ficar ao lume uns 10 minutos (destapado!) para que o molho reduza e fique um pouco mais espesso.
Deixe as pêras e o molho de vinho arrefecerem, coloque no frigorífico as pêras regados com o molho até à hora de servir.


Apreciem ;)

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Pão da Saúde com Nozes e Passas


Ora mais um pãozinho :) desta vez um pouco mais guloso que o costume pois acrescentei um pouco de nozes e passas à massa do pão :)

Não poderia partilhar uma 'receita' mais simples de se fazer eheheheh isto porque para fazer este pão usei uma farinha para pão da Branca de Neve:


Novamente, comprei um produto com a etiqueta de aproximação de fim do prazo de validade... e estava ótima e recomenda-se ;) aproveitem quando vêem estes produtos pois o desconto é sempre muito em conta e poupa-se mesmo!
Não conhecia esta mistura de pão da saúde e fiquei fã :)


Bom, vamos lá forma de fazer o pão:

1 embalagem de farinha Branca de Neve para Pão da Saúde (tem 500g)
1 chávena de café de passas sem grainhas
1 chávena de café de nozes grosseiramente picadas
400 ml de água morna

Com máquina de fazer pão:
Coloque na máquina a farinha, selecione um programa de amassar, levedar e cozer e junte a água.
Deixe a máquina amassar e só ao fim de 30 minutos adicione as nozes e passas (não junto logo para que não se desfaçam).
Depois é só deixar a máquina fazer todo o trabalho :)

Sem máquina de fazer pão:
Coloque a farinha numa taça, junte a água e amasse tudo com as mãos por 10 a 15 minutos.
Tape e deixe levedar 30 minutos num sítio quente.
Adicione as passas e nozes e misture bem na massa.
Tape e deixe levedar mais 30 minutos.
Forme uma bola com a massa, coloque num tabuleiro forrado com papel vegetal e polvilhado com farinha (ou numa forma de alumínio) e leve ao forno a 175ºC por 40 a 45 minutos.

O resultado foi um belo pão meio escurinho e bem guloso:


Apreciem ;)

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Bolachas de Especiarias e Melaço


Umas bolachinhas para esta época calham sempre bem :) com o café ou com o chá são uma maravilha.

Esta receita que hoje partilho foi retirada de uma revista da Bimby, a de outubro de 2014, e decidi fazer este fim de semana pois tive uma almoço de Natal com amigos e quis dar-lhes um miminho ;) usei cortantes de pinheiro de Natal e estrelas e acho que ficou bem fofinho eheheheheh e também arranquei alguns sorrisos, que é o que mais gosto de fazer com estes pequenos presentes.

A receita fiz na bimby mas se não tiverem é claro que podem fazer à mesma, amassando tudo à mão porque depois o processo de esticar a massa e levar ao forno é tudo igual com ou sem bimby ;)

Cá vai a receita:

360g de farinha
100g de açúcar amarelo
150g de melaço de cana (ou mel se preferirem)
150g de margarina à temperatura ambiente
1 ovo
1 colher de chá de fermento em pó
1 colher de café de canela em pó
1 colher de café de gengibre em pó
1 pitada de noz moscada (coloquei meia colher de café)
1 pitada de sal

Colocar todos os ingredientes no copo da bimby e triturar 15 segundos na velocidade 6.
Retirar a massa do copo (esta parte dá um pouco de trabalho porque a massa fica pegajosa!), se necessário podem usar um pouco de farinha para que a massa não fique tão mole (tive de acrescentar um pouco mais). Coloque numa taça e leve ao frigorífico por 2 a 3 horas para que a massa fique mais dura.
Trabalhe a massa numa superfície enfarinhada, estenda com a ajuda de um rolo e alguma farinha para que não cole na mesa nem no rolo ;) e use cortantes de bolachas a gosto.
Coloque num tabuleiro forrado com papel vegetal e polvilhado com farinha e leve ao forno por 15 minutos a 175 ºC (cuidado para não deixar queimar, o que acontece muito facilmente com as bolachas!).
Retire do forno, deixe arrefecer e tem as bolachinhas prontas :)


Apreciem ;)

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Trutas de Batata Doce (ou azevias)


Já começaram a sair estes doces típico de Natal cá em casa :) pediram-me e, como não gosto nada destes doces, fiz logo ahahahahahahahah

A receita da massa é há muito tempo usada por cá para fazer as Filhoses de Natal, receita que publiquei o ano passado. Para fazer as azevias, ou trutas como chamamos na minha terra, usamos a mesma receita de massa e depois para o recheio usamos doce de gila ou de batata doce. Também já me falaram do recheio de batata doce com chocolate (deve ser bom!) e de amêndoa (também nunca experimentei, mas acredito que seja bom).

As Trutas de Gila também partilhei a receita o ano passado, pelo que este ano decidi partilhar a receita das de batata doce :) espero que gostem e façam :)

Não tirei foto ao recheio, vejam lá tal era a ânsia para fazer os doces ahahahahahah mas tenho esta foto que publiquei no facebook onde se pode ver o recheio lá bem no cantinho:



Vamos à receita:

Doce de Batata Doce
500g de batata doce cozida (limpa)
150g de açúcar (se forem muito gulosos, podem pôr mais)
1 colher de chá de canela em pó
1 casquinha de limão

Comece por esmagar a batata doce (pode ser com um garfo ou com o passe-vite).
Junte os restantes ingredientes, misture e leve ao lume por 30 minutos em lume médio/brando e mexendo sempre para que não queime.
Reserve.

Massa (fiz metade da receita)
1 kg de farinha sem fermento
Sumo de 5 laranjas


2,5 dl de vinho branco100g de manteiga derretida100g de banha de porco derretida

Misture bem todos os ingredientes até obter uma massa homogénea.À partida a quantidade de liquidos indicada é a ideal para a massa ficar no ponto, mas as laranjas nem sempre têm o mesmo tamanho nem a mesma quantidade de sumo!Por isso, por vezes é necessário adicionar mais um pouquito de farinha para a massa ficar no ponto em que não se cola às mãos. Se for caso de ser ao contrário, se a massa estiver muito seca, adicione um pouco de água fria (e em quantidades muito pequenas) até a massa estar no ponto.
Deixe a massa a repousar por 15 a 20 minutos


Montagem
Estenda porções de massa numa superficie enfarinhada até a massa estar bem fininha (o máximo que conseguir, mesmo!).

Coloque uma colher de sopa de doce de batata doce no meio da massa e tape com uma parte de massa, corte com um carrinho corta-massa (daqueles que cortam em forma de zigue-zague) formando uma meia-lua.Coloque num tabuleiro enfarinhado.Repita o processo até terminar o recheio ou a massa.Caso sobre massa faça filhoses, caso sobre recheio congele-o (fica bom na mesma depois de descongelado).Frite as trutas em óleo bem quente, virando-as frequentemente.Sirva polvilhado com uma mistura de açúcar e canela ou simples, se assim preferir.


Apreciem ;) 

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Produtos do mês #3

Ora muito bem, já com uma semana de atraso (desculpem, mas ando mesmo com muito trabalho!) aqui vos deixo alguns dos produtos que comprei no passado mês de novembro, bem como a opinião sobre alguns deles.

Começamos então por um conjunto de produtos que vieram de um dia de compras entre o nosso país e Espanha:


- rebentos de feijão mungo, há tanto tempo que não os via à venda :) estes vieram do Aldi;
- os fantásticos produtos da Alpro (que me enviou um caderninho de receitas com descontos e que estou a aproveitar eheheheheh) adoro estes iogurtes de mirtilo!;
- a farinha para fazer um belo pão de sementes, adoro estas farinhas: são muito práticas;
- do Lidl trouxe queijo quark 20% de matéria gorda, uma delícia tão espesso que até parece que estamos a comer natas;
- e por fim, do Mercadona trouxe cúrcuma: ainda não experimentei ;)

Na foto abaixo um iogurte de côco da Alpro (uma delícia!), manteiga de macadâmias do Lidl e ainda uma caixinha de biscoitos de manteiga da Missão Sorriso:

Esta manteiga de macadâmia é mesmo uma gulodice, não é nada saudável - admito que o segundo ingrediente na lista de ingredientes é o açúcar! - mas sabe bem!!!!! E de vez em quando podemos cometer uns pecados, certo? Ah, para além de bem doce nota-se que é bem gordurosa... aliás, tal como as macadâmias... portanto, comer mas com contenção ;) 


Numa ida ao Junmbo, descobri os produtos desta marca que já tinho visto noutros blogs e no facebook:

Ao ínico fiquei reticente em experimentar pois são bolachas/barritas muito calóricas... mas penso que posso dizer que são calorias 'boas': têm pouco açúcar, alimentam a sério (mesmo!) e ainda sabem muito bem. Ainda não provei a bolacha da embalagem amarela.
Adorei a barrita eheheheheheheh cheia de chocolate!!!!! Vou voltar a comprar :D



Ainda no Jumbo (descobri um corredor inteiro cheio de coisitas boas, cheias de proteína e sem açúcar - ou pouco), mas noutro dia, encontrei estas duas barritas:


Não sou propriamente fã de baunilha, mas gostei da barrita branca ;)


Esta barrita cor de rosa também tenho visto muito pelo facebook, é boa, sabe bem a morango mas como todas as barritas que mostreia até aqui, têm cobertura de chocolate (ora, o chocolate a mim faz-me borbulhas... percebm porque não posso comer tanto disto??!!).


Para um dia em que me apetecia comer um doce mas não queria abusar, comprei este ananás desidratado da Fruut... estou rendida! A fruta desidratada desta marca é ótima... mais cara que outras marcas, mas realmente é muito boa.


Ainda no mês de novembro comprei estes inhames:


Fiz no forno, juntamente com mandioca com azeite e ervas... mas não gostei! Não me convenceram!
Adoro mandioca no forno mas o inhame não gostei e tive mesmo de deitar fora: ficou mole e não sabia nada bem :( não tostou tal como a mandioca... não sei se foi erro meu ou se é mesmo assim. Estou a ponderar se lhes dou uma segunda oportunidade...

Bom, e forma estas as compras que quis partilhar convosco este mês :) espero que tenham gostado :)

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Pizza de Mozzarella com Bacon e Tomate Seco


Um destes dias apeteceu-me pizza :) tinha dois queijos mozzarella para usar e este foi o pretexto certo eheheheheheheh

Estas pizzas não são nada saudáveis, estão cheias de gordurinha da que sabe quem: molho de tomate, queijo mozzarella e ainda um pouco de bacon!!! Mas ficaram mesmo uma delícia ;)


A massa fiz na bimby - receita do livro base, adorei o resultado: ficou tão fofinha que nunca mais faço outra ;)
Aproveitei o fato de estar a usar a bimby e de esta estar suja e fiz também um pouco de molho de tomate - receita também do livro base, com pequenas adaptações - com os últimos tomates que vieram da horta (bem pequeninos e pouco vermelhos pois o tempo já não está a favor do seu amadurecimento!).
Se não tiverem bimby fazem tudo à mão ou num tacho ;)

Dado que os tomates que tinha em casa não estavam no seu melhor decidi, e muito bem, usar tomate seco conservado em óleo da Guloso: adoro este tomate e é mesmo super saboroso ;)

Bom, vamos à receita que fiz:

Massa
200g de água
50g de azeite
400g de farinha
1 colher de chá de sal
5g de levedura seca (se quiser usar fermento fresco use o dobro da quantidade)

Colocar a água, sal e azeite no copo da bimby e programe 1 minuto, a 37 ºC na velocidade 2.
Junte a farinha e a levedura seca e programe 2 minutos na velocidade espiga.
Retire a massa do copo, coloque num alguidar, tape bem e deixe repousar, num local quente, por 1 hora para levedar e dobrar o volume.

Molho de tomate
20g de azeite
75g de cebola
1 dente de alho
250g de tomate maduro sem pele
1 colher de café de sal
1 colher de café de orégãos

No copo da bimby (fiz depois da massa e sem lavar o copo) coloque o azeite, cebola, alho e triture 5 segundos na velocidade 5.
Programe 5 minutos, na Varoma e velocidade 2.
Adicione os restantes ingredientes e programe 20 minutos, a 100 ºC na velocidade 1.
Depois de feito pode triturar, tal como fiz, 30 segundos nas velocidades 5, 6 e 7 (10 segundos em cada velocidade e começando na mais baixa).
Reserve.

Montagem
2 queijos mozzarella
100g de bacon frito (é só colocar na frigideira e deixar fritar)
tomate seco conservado em óleo da Guloso qb
folhas de manjericão qb

Dividir a massa em duas partes iguais para obter duas pizzas de massa fofa, se quiser as pizzas de massa fina então divida em três partes ;)
Forme bolas e depois com as mãos vá espalmando até obter o tamanho de pizza que quer (sem esquecer que ainda cresce um pouco), coloque sobre um tabuleiro forrado com papel vegetal e polvilhado com farinha.
Disponha uma parte do molho de tomate por cima da massa e espalhe bem.
Corte um queijo mozzarella em rodelas e disponha por cima do molho, depois coloque metade do bacon e tomate seco em pedacinhos ao vosso gosto.
Repita para a outra pizza.
Leve ao forno até o queijo derreter e a pizza tostar.
Assim que as pizzas saírem do forno, coloque folhas de manjericão a gosto por cima e ataquem :)


Apreciem ;)